Seja Bem Vindo ao Chat Radio Vida Eterna.


28 de out de 2008

Frágeis ídolos humanos



_José_San_Martín_


O mundo está à beira do caos. Operadores da bolsa de Nova York sofrem de insônia. Países ricos garantem que não haverá bancos a falir. Crise financeira varre o planeta. Este ano, 13 bancos faliram nos Estados Unidos. Crise compromete operadoras do Canadá. Não se esqueçam da outra crise: pede o diretor do FMI a países doadores. UE: bancos grandes não podem falir. G-20 apela a cooperação entre países ricos e pobres. EUA alertam que mais bancos podem falir. Ministro da Fazenda brasileiro: crise financeira nos EUA poderá ficará pior. Impacto da crise preocupa ministros latino-americanos. Mesmo isolada Islândia também sofre com a crise financeira. Por que o mercado ainda não reage? Nossa geração nunca viu crise tão profunda, diz ministro brasileiro. G20 se compromete a usar "todos os instrumentos econômicos" para superar crise.As frases acima são simplesmente manchetes que refletem o momento que vivemos neste momento. Foram copiadas e coladas para demonstrar que um ídolo está caído com a fronte na terra. Gente de nariz empinado para os pobres e até para Deus está repensando conceitos, outros lubrificam suas armas de fogo preparando-se para o pior. Os integrantes da última lista da Forbes percebem o quanto são irrelevantes. Seu ídolo está nu. Adoradores do nada batem cabeça sem rumo esperando que pacotes salvem sua vida. Desprezaram o Deus Todo-Poderoso e se prostraram ante o deus enganoso das riquezas, Mamom, no grego."Nenhum servo pode servir dois senhores; porque, ou há de odiar um e amar o outro, ou se há de chegar a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom [deus do dinheiro]", Lucas 16:13 Almeida Fiel e Corrigida.“Nenhum servo pode servir a dois senhores; pois odiará um e amará outro, ou se dedicará a um e desprezará outro. Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro [Grego: Mamom]”, Nova Versão Internacional."Um escravo não pode servir a dois donos ao mesmo tempo, pois vai rejeitar um e preferir o outro; ou será fiel a um e desprezará o outro. Vocês não podem servir a Deus e também servir ao dinheiro", Bíblia na Linguagem de hoje. "Ninguém pode servir a dois patrões. Vocês odiarão a um e mostrarão lealdade ao outro, ou vice-versa - gostarão de um e desprezarão o outro. Não se pode servir a Deus e ao dinheiro", Bíblia Viva.Ainda não é o fim. Ainda. Mas os endinheirados estão desesperados porque aquilo em que puseram seu coração falhou. O que imaginavam substituir Deus em suas vidas inúteis dá sinais de falência. Mais de uma dezena de bancos quebrados, necessidade de injeção de centenas de bilhões para salvar aquilo que ocupou o lugar de Deus. Ter dinheiro nunca foi e nunca será errado. Ter não é o problema, e sim imaginar ser por ter dinheiro é grande problema."Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores", 1 Timóteo 6:10 Almeida Fiel e Corrigida."pois o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males. Algumas pessoas, por cobiçarem o dinheiro, desviaram-se da fé e se atormentaram com muitos sofrimentos", Nova Versão Internacional."Pois o amor ao dinheiro é uma fonte de todos os tipos de males. E algumas pessoas, por quererem tanto ter dinheiro, se desviaram da fé e encheram a sua vida de sofrimentos", Bíblia na Linguagem de hoje."Pois o amor ao dinheiro é o primeiro passo em direção a todos os tipos de pecado. Algumas pessoas até voltaram as costas a Deus por causa do amor ao dinheiro e, como resultado, afligiram a si mesmas com muitos sofrimentos", Bíblia Viva.O tom mais interessante das manchetes é o fato de operadores da bolsa e outros homens de negócios milionários participarem de cultos ao Deus verdadeiro nos templos de igrejas localizadas no entorno de Wall Street. Nada mal, para muitos que imaginavam nunca ter de encarar a realidadede sua frágil condição. A Rádio Vaticano noticiou:A atual crise financeira mundial faz com que as pessoas busquem uma fonte de consolo e de amparo moral. Como não podia deixar de ser, essa fonte é a religião. Líderes religiosos do distrito financeiro de Wall Street, em Nova York, revelaram que, na última semana, aumentou consideravelmente o número de pessoas presentes nas liturgias, muitas das quais de terno e gravata, traje habitual dos homens de negócios e investidores nas bolsas de valores."A crise econômico-financeira é um lembrete de que não podemos prescindir de Deus e colocar nossa fé nas riquezas" _ disse o Rev. Mark Bozzuti-Jones, da Trinity Church, de Wall Street, em seu sermão da hora do almoço, na última sexta-feira, dedicado justamente à crise financeira. Os operadores financeiros têm sido os maiores freqüentadores dessa igreja que, normalmente, atrai _ além de seus fiéis habituais _ muitos turistas."As pessoas chegam, se sentam, rezam apenas ou também choram, expondo suas dificuldades e desalentos a Deus" _ disse o Rev. Bozzuti-Jones.A poucos quarteirões de distância, a igreja católica St. Peter's Church, também tem assistido a um aumento de "ternos e gravatas" entre seus freqüentadores, revelou Pe. Peter Madigan. "Nos últimos dois dias, era palpável a ansiedade e agitação" entre os presentes às liturgias _ disse o sacerdote.Da mesma forma, a sinagoga de Wall Street está abrindo suas portas ao anoitecer, a partir desta semana, para atender as pessoas que ali buscam refúgio espiritual. O Rabino Meyer Hager disse ter observador uma mudança em seus freqüentadores habituais.Em seu inspirador Eu sei em quem tenho crido (Ed. CPAD), o teólogo e missionário sueco Lewi Petrus nos lembra de que muitas vezes só buscamos a Deus nos momentos de crise. E nos anima, garantindo que mesmo nessas horas Ele está pronto a nos socorrer! Ele conhece as fraquezas humanas e não resiste a um coração contrito e abatido. Sempre está disposto a estender a mão e nos reanimar.Esta crise pode ser remediada e as pessoas continuarem a tocar suas vidas na rotina infame do ganha-ganha, ganha-perde e perde-perde. Mas a lição é muito clara: Deus, somente Ele tem o controle de tudo. Se aparentemente o mundo segue sem rumo é devido à nossa miopia de seres decadentes e sempre voltados aos nossos interesses egoístas, nossos ídolos e outras bobagens.Essa crise é muito clara e sua mensagem a ricos, pobres e miseráveis é que qualquer coisa que substitua Deus no nosso coração, qualquer coisa que ocupe o lugar da adoração devida somente a Ele tem conseqüências drásticas."Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento", Marcos 12.30 AFC."Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todo o seu entendimento e de todas as suas forças’, NVI."Ame o Senhor, seu Deus, com todo o coração, com toda a alma, com toda a mente e com todas as forças", BLH."Vocês devem amar a Deus com toda a sua alma, com todo o seu coração, com toda sua mente, e com todas as suas forças", B.Viva.Jesus falou sobre um homem que, tais quais os ricaços de Wall Street e outros endinheirados pelo mundo, imaginava estar seguro por ter muitos bens. Talvez fosse alguém como um Roberto Marinho que deixou bilhões para quem não lutou por isso. Ou um Aristóteles Onassis que nem tinha a dimensão real de tudo quanto possuía. Ou um Warren Buffett (US$ 62 bi), Carlos Slim Helú (US$ 62 bi), Bill Gates (US$ 58 bi), etc."Porque há homem cujo trabalho é feito com sabedoria, conhecimento, e destreza; contudo deixará o seu trabalho como porção de quem nele não trabalhou; também isto é vaidade e grande mal, Eclesiastes 2:21 AFC."Pois um homem pode realizar o seu trabaho com sabedoria, conhecimento e habilidade, mas terá de deixar tudo que possui como herança para algu[em que não se esforçou por aquilo. Isso também é um absurdo e uma grande injustiça", NVI."A gente trabalha com toda a sabedoria, conhecimento e inteligência para conseguir alguma coisa e depois tem de deixar tudo para alguém que não fez nada para merecer aquilo. Isso também é ilusão e não está certo!", Linguagem de hoje."Já um pouco desesperado, vi que o trabalho duro também não trazia satisfação e deixei o trabalho de lado. Mesmo que eu trabalhe toda a minha vida e me esforce para ser sábio, para conhecer muitas coisas e saber executar qualquer trabalho, vou ter de deixar tudo o que ajuntei para alguém que nunca trabalhou na vida! Ele vai receber de mão beijada o resultado de todo o meu esforço. Além de ser uma tolice, isso é injusto. Afinal, o que é que um homem recebe como recompensa por todo o seu trabalho neste mundo? Muitas dores e tristezas, noites sem dormir, cheias de preocupação. Que vida boba!", B.VivaA lição expressa nos preceitos divinos é simples. Podemos e devemos lutar pelo bem-estar nesta vida passageira, mas nunca colocar nada em primeiro lugar. Adorar e servir a Deus. Viver para agradá-lO. Cumprir seus desígnios. Desenvolver o plano singular e amorosamente preparado para nossas vidas.Assim podemos ter tanto dinheiro, fama e alegria sem sermos enganados por falsos deuses. Nunca seremos pegos de surpresa por quaisquer crises que se abatam sobre os que substituíram Deus por tantas coisas “mais importantes”."Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. 17 E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre", 1 João 2.16,17 AFC."Pois tudo o que há no mundo — a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens — não provém do Pai, mas do mundo. 17 O mundo e a sua cobiça passam, mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre", NVI."Nada que é deste mundo vem do Pai. Os maus desejos da natureza humana, a vontade de ter o que agrada aos olhos e o orgulho pelas coisas da vida, tudo isso não vem do Pai, mas do mundo. 17 E o mundo passa, com tudo aquilo que as pessoas cobiçam; porém aquele que faz a vontade de Deus vive para sempre", BLH."porque todas estas coisas mundanas, estes maus desejos - a loucura pelo sexo, a ambição de comprar tudo o que atrai vocês e o orgulho que resulta da riqueza e do prestígio não provêm de Deus, e sim do próprio mundo pecaminoso. 17 E este mundo está perecendo, e estas coisas más e proibidas perecerão com ele, mas todo aquele que perseverar em fazer a vontade de Deus, viverá para sempre, B.Viva.


José San Martín

'Consagro a Deus o que escrevi'


Por favor, reproduza nossos conteúdos à vontade, mas dê os devidos créditos ao autor e ao blog http://www.josesanmartin.com.br - Deus o(a) abençoe!

0 comentários:

Parceria Ouro.