Seja Bem Vindo ao Chat Radio Vida Eterna.


31 de jan de 2009

Não desista! Deus não desistiu de você!

Você já pensou alguma vez em desistir de tudo? Simplesmente abandonar tudo e fugir para bem longe daquilo que te faz sofrer? Talvez você esteja assim hoje... Talvez o seu coração esteja tão ferido e você esteja se sentindo tão sufocada que parece mesmo que vai explodir de tanta dor... É este o seu retrato hoje? Será que desistir de tudo é a solução?
Eu quero que você volte comigo cerca de 3500 anos de história... Estamos em Israel...uma guerra está se travando entre o povo israelita e o povo filisteu...Estamos no meio do campo de batalha...Você vê aqueles dois homens junto àquela carruagem? São Saul, o rei de Israel e seu escudeiro. Mas, espere...o que o rei está fazendo? Meu Deus, parece que ele vai se jogar sobre a sua espada! O que está acontecendo? Por que ele faria uma loucura destas? Este quadro que acabei de narrar é um dos mais tristes e trágicos das Escrituras. O quadro de um suicídio. Diante da ameaça de se tornar prisioneiro de guerra do exército inimigo, um rei se joga sobre sua própria espada e se mata. Seu escudeiro, ao ver a cena, também se mata.O exército do rei foge, e os seus inimigos dominam toda a região.... Saul foi o primeiro rei de Israel. Levantado por Deus, ele alcançou muitas e muitas vitórias. Ele começou muito humilde e temente a Deus, mas, depois de algum tempo, se afastou completamente da vontade do Senhor para a sua vida. Se afastou tanto, que quando as crises chegaram, ele perdeu as suas esperanças, perdeu a sua fé e desistiu de sua própria vida... Saul...entrou para a história como o rei que se lançou sobre a sua própria espada!Um rei que desistiu de lutar, de crer e de viver! Será que, de algum modo, você também está fazendo isto? Se lançando sobre a sua própria dor e desistindo de viver? Há alguns modos como as pessoas desistem da vida... O primeiro deles é parando de lutar. É quando você perde as esperanças, a motivação, as forças e simplesmente se cansa, resolve pendurar as "chuteiras", jogar a "toalha", e "levar o barco como der"... O segundo modo, é fechando o seu coração para a fé em Deus e em Sua Palavra. É quando, de repente, você se percebe cínico diante das promessas de Deus; você não consegue mais crer no poder de Deus em nossos dias, ou, pelo menos, para agir em seu favor e em sua vida... O terceiro, é entregando-se à depressão. Você se entrega ao desânimo e aos pensamentos de que você não pode, nunca vai conseguir, você não tem valor, de que Deus te desamparou, e que nada mais vale a pena, de que você está só e que ninguém vai compreender sua dor ... Outro modo, é afastando-se de tudo e de todos. Você se decepciona, se frustra, se enoja com as atitudes e traições das pessoas, e resolve desistir de investir na vida humana... Alguns ainda, sendo cristãos, saem da igreja. Eles se ferem nos relacionamentos, se decepcionam com alguém, ou, até com eles mesmos, e vão deixando, pouco a pouco, de estar na comunhão do corpo de Cristo...até que, quando percebem, estão longe; tão longe, que não sabem mais o caminho de volta... Outro modo de desistir é só existindo. Sabe como? Só deixando o barco correr e vendo no que vai dar... Alguns, entretanto, como Saul, chegam ao extremo: ao suicídio. É quando a pessoa imagina que isto poderia aliviar a sua dor... Mas, esta nunca é a solução! Se você está assim, Deus tem uma mensagem para você: NÃO DESISTA! DEUS DIZ: EU NÃO DESISTI DE VOCÊ! O que nos leva a desistir da vida?O que está levando você a desistir deste dom tão maravilhoso que o próprio Deus te deu com tanto carinho e amor? Algumas vezes, é o medo do fracasso. Achamos que é melhor desistirmos antes que sejamos derrotados, ou que venhamos a sofrer... Alguns desistem por causa do cansaço da batalha, pela vergonha do que estão passando, pela falta de direção sobre o que devam fazer, por acharem que não sabem “jogar este jogo” da vida, por causa de um sentimento de não aceitar passar por uma perda... Nesta vida, muitas coisas tentam nos roubar a esperança: Por exemplo, as cobranças contínuas das pessoas à nossa volta dizendo: "Você não pode perder; não pode falhar; tem que ser sempre um sucesso, tem que ser o melhor, tem que viver dentro dos padrões da sociedade, tem que ter isto e aquilo para poder ser alguém na vida..."; ou as invejas das pessoas à nossa volta, seus julgamentos maldosos, a nossa própria auto-crítica exagerada (você mesmo se cobra tanto que se desespera; nunca consegue se satisfazer...), ou, então os erros que cometemos repetidas vezes e passamos a pensar que nunca vamos conseguir acertar; as decepções com os amigos, com a religião, com nossas próprias atitudes... Mas o pior de tudo é quando pensamos que Deus nos abandonou: que Ele está muito ocupado; que você cometeu um pecado muito grave, que você não consegue agradá-Lo, que a sua fé é pequena demais... Querido, isto não é verdade! Deus ama você! Não importa o que esteja acontecendo: Não desista de viver! Deus não desistiu de você! Ele ama você! Ele tem um plano para a sua vida! Em meio a todo este caos, Deus se importa com você! Isto não é uma religião! É conhecer a Deus e andar em Sua presença cada dia. Deus não quer ser uma idéia bonita, ou alguém distante lá no céu; Ele quer que andemos com Ele a cada dia em amor e comunhão. Você entende? A culpa não é da vida! Nós é que precisamos aprender a vivê-La na presença de Deus. Sabe por que? Porque fomos criados por Deus e para Deus. A finalidade de nossas vidas é amar a Deus e glorificá-Lo para sempre! Se você não viver assim, querido, você pode ter tudo neste mundo, mas ainda assim, será vazio, sem propósito e infeliz. Você precisa de Jesus em sua vida! É simples assim! Se você buscar a Deus de todo o seu coração, você vai continuar sendo humano e passando por problemas, mas você vai ter a paz que vai além de todo o entendimento, você vai provar do amor incondicional e renovador do Seu Pai Celestial. Você precisa disto em sua vida! Se você nunca desistir de viver, de buscar a Deus e de crer nEle, Ele vai se manifestar em sua vida! Todas as pessoas que foram tocadas por Deus na história foram pessoas que nunca desistiram! Tiveram todos os motivos do mundo para desistir...mas, não desistiram! Lembra da mulher com o fluxo de sangue há 12 anos que Jesus curou? Marcos 5:25-34 conta a sua história. Leia o que aconteceu com ela! “E certa mulher que, havia doze anos, tinha um fluxo de sangue, e que havia padecido muito com muitos médicos, e despendido tudo quanto tinha, nada lhe aproveitando isso, antes indo a pior; ouvindo falar de Jesus, veio por detrás, entre a multidão, e tocou na sua veste. Porque dizia: Se tão-somente tocar nas suas vestes, sararei. E logo se lhe secou a fonte do seu sangue; e sentiu no seu corpo estar já curada daquele mal. E logo Jesus, conhecendo que a virtude de si mesmo saíra, voltou-se para a multidão, e disse: Quem tocou nas minhas vestes? E disseram-lhe os seus discípulos: Vês que a multidão te aperta, e dizes: Quem me tocou? E ele olhava em redor, para ver a que isto fizera. Então a mulher, que sabia o que lhe tinha acontecido, temendo e tremendo, aproximou-se, e prostrou-se diante dele, e disse-lhe toda a verdade. E ele lhe disse: Filha, a tua fé te salvou; vai em paz, e sê curada deste teu mal". Você percebeu? Ela atravessou todos os obstáculos, ela perseverou, ela insistiu e recebeu o poder de Deus em sua vida! Não desista! Deus não disse que seria fácil! Ele disse que estaria sempre conosco! Ou, lembra-se do cego Bartimeu? Marcos 10:46-52 conta esta história incrível – “Depois, foram para Jericó. E, saindo ele de Jericó com seus discípulos e uma grande multidão, Bartimeu, o cego, filho de Timeu, estava assentado junto do caminho, mendigando. E, ouvindo que era Jesus de Nazaré, começou a clamar, e a dizer: Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim. E muitos o repreendiam, para que se calasse; mas ele clamava cada vez mais: Filho de Davi! tem misericórdia de mim. E Jesus, parando, disse que o chamassem; e chamaram o cego, dizendo-lhe: Tem bom ânimo; levanta-te, que ele te chama. E ele, lançando de si a sua capa, levantou-se, e foi ter com Jesus. E Jesus, falando, disse-lhe: Que queres que te faça? E o cego lhe disse: Mestre, que eu tenha vista. E Jesus lhe disse: Vai, a tua fé te salvou. E logo viu, e seguiu a Jesus pelo caminho". O segredo é continuar! Nunca se entregar ao desespero e ao desânimo. Está doendo? Continue, não desista! Está dando vontade de fugir e abandonar a vida? Continue, confie em Deus, não desista! Busque a Deus com todo o seu coração! Ouça isto: Deus ainda não terminou com você! Ele diz em Filipenses 1:6 – “Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo”. Jesus disse a nosso respeito em João 15:16 – “Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo conceda”. O que você pode fazer? 1) Confie no propósito de Deus para a sua vida – Ele está agindo!Talvez você não esteja vendo nada acontecer, mas confie! Deus é Deus! Ele está no trono! Ele está no controle absoluto de todas as coisas! 2) Nunca deixe a amargura se instaurar no seu coração. A Bíblia diz que Deus faz com que todas as coisas cooperem para o bem daqueles que O amam. Você ama a Deus? De todo o coração? Querido, é com isto que você tem que se ocupar. Amar a Deus! Ele cuida de Seus filhos! 3) Levante o escudo da fé – Deus é maior! Ele é o Todo Poderoso! O Soberano do Universo! Proteja sua mente com a sua fé! Não aceite os pensamentos de destruição dominarem a sua mente. Medite na Bíblia, a Palavra de Deus. Encha sua mente daquilo que é bom! 4) Continue caminhando – não pare! Por mais que esteja doendo, não pare!Entregue a sua dor para Deus, mas não desista de viver a vida que Ele tem para você! Eu quero repetir: Deus ama você! Ele se importa com você! Ele provou seu amor quando deu Seu Filho Jesus para morrer na cruz pelos seus pecados, para trazer você de volta para Sua comunhão. Você é amada! Você é querido! Você é especial e importante para o Ser mais maravilhoso e magnífico do universo: DEUS! Mesmo que todos estejam contra você, Deus quer socorrer e amparar você! A vida é um presente precioso de Deus, e você não pode desistir deste dom! A decisão mais importante na vida é quando decidimos entregar o controle da nossa vida a quem é digno dele. Sabe quem é digno? Jesus Cristo. Só Ele é digno! Você já tentou dirigir a sua vida, não foi? Porque você não decide entregar todo o seu ser nas mãos de Jesus? A solução não é só receber uma oração e um alívio passageiro! Você precisa de Deus em sua vida! Você precisa nascer de novo! Ser de Deus! Colocar a sua confiança em Cristo e passar a segui-Lo e a fazer a Sua vontade. É a única saída! Se você ainda não convidou Jesus Cristo a ser o Senhor de sua vida, faça-o agora. É simples; como uma criança dando seus primeiros passos. Jesus disse que precisamos nos tornar como crianças para entrar em seu reino. Convide Jesus, numa oração simples de fé, a entrar em seu coração, e a assumir o controle de sua vida; peça que Ele perdoe os seus pecados, que Ele traga a Sua doce presença e amor ao seu interior; e confie que na cruz Ele morreu por você, para que você pudesse voltar para os braços de amor de Deus. Você gostaria de fazer isto agora? Então fale com ele em oração. Você pode orar assim: "Senhor Jesus, eu preciso de Ti. Eu reconheço que errei e pequei contra Ti. Por favor, perdoa os meus pecados e purifica o meu coração. Entra em minha vida, Jesus. Eu te recebo agora como meu Senhor e Salvador. Eu peço que o Senhor encha o meu coração da Tua presença e me dê uma nova vida. Eu quero ser Teu. Eu preciso do Teu amor e da Tua vida em mim. Eu creio que o Senhor morreu e ressuscitou em meu lugar. Por favor, tira o desespero, a depressão, a angústia e o medo do meu coração. Encha-me com a Tua paz e com a Tua esperança. Eu quero que o Teu Espírito Santo venha sobre mim agora e me transforme completamente. Eu quero ser um verdadeiro servo Teu. Me ensina a caminhar contigo de hoje em diante. Me ajuda a buscar o Senhor de todo o meu coração. Quebra todas as cadeias que me prendem interiormente e liberta-me, Jesus. Eu não quero mais ser o mesmo. Eu quero pertencer a Ti de hoje em diante. Muito obrigado por atender a minha oração. Em teu nome Jesus. Amém". Você gostaria de fazer esta oração? Faça destas palavras as suas próprias e diga a Deus o quanto você precisa dEle. Depois, caminhe com Ele. Leia a Bíblia todos os dias, fale com Deus em oração, procure uma igreja evangélica para você participar da sua comunhão, e você vai ver como sua vida vai ser diferente. Se você deseja entregar a sua vida a Jesus, ou você estava afastado e deseja voltar para a Sua presença, precisa de oração, ou gostaria de compartilhar seu coração conosco, envie-nos um radiovidaeterna@gmail.com! Será muito bom compartilhar com você! Aguardo o seu e-mail! Que esta palavra possa ter sido útil para sua vida e para o seu coração. Deus te abençõe muito!

NÃO MATARÁS

base:Êx.5.17;Mt.5.21,22: Não Matarás. Eu, porém, vos digo que qualquer que, sem motivo, se encolerizar contra seu irmão será réu de juízo, e qualquer que chamar a seu irmão de raca será réu do Sinédrio; e qualquer que lhe chamar de louco será réu do fogo do inferno.

INTRODUÇÃO

Foi Deus quem criou a vida. Somente ele tem o poder de dar e de tirar. Mas nós que propaga
mos o Deus da vida muitas vezes, com comportamentos egoístas, causamos aos nossos semelhantes a morte. Eu irei discorrer a respeito dos diversos tipos de morte existentes, Pode ser que alguns queiram questionar algumas coisas que escreverei. Mas creio que tenho o Espírito de Deus. Morte Gr. Thánatos: cessação, divisão, distinção, saída, partida, rompimento

1) MORTE FÍSICA.
É a separação da alma/espírito do corpo. O Corpo vai para a terra. Alma/espírito p/ Deus. O Que pode causá-la? Fim da falência múltipla dos órgãos. Acidentes, afogamentos, queimaduras, e “N” tipos de doenças e motivos. Hb.9.27.(Quem morre não vem aqui à terra);

2) MORTE MORAL É quando o ser humano atinge a idade da consciência e seus atos tornan-no um ser desprezível pela sociedade. Como o que passa a adulterar a roubar, a fornicar, a beber, a se corromper, a adulterar. Tem uma ligação muito grande com a morte espiritual. Se uma pessoa que comungava conosco a mesma fé um dia caiu, mas Deus o levantou, quem somos nós para estarmos julgando o servo alheio? Quem és tu que julgas o servo alheio? Para seu próprio senhor ele está em pé ou cai; mas estará firme, porque poderoso é Deus para o firmar.

3) MORTE PSICOLÓGICA.
É quando nós, por motivos fúteis ou não, cortamos a relação com alguém. Ainda que vemos nessa pessoa qualidades que não se devem ser desprezadas. Mas desprezamos essa pessoa. Tomemos cuidado porque uma relação de amizade estaria sendo desfeita. Ver o caso de Saul em relação a Davi. 1Sm. “E as mulheres, tangendo, respondiam umas às outras e diziam: Saul feriu os seus milhares, porém Davi, os seus dez milhares. Então, Saul se indignou muito, e aquela palavra pareceu mal aos seus olhos; e disse: Dez milhares deram a Davi, e a mim somente milhares; na verdade, que lhe falta, senão só o reino? 1Sm.18.7,8.Nesse caso a inveja foi o fator determinante para Saul “matar” Davi. Saul não se agüentou em receber menos elogios e aplausos que Davi. É um perigo. Devemos glorificar a Deus pelo sucesso alheio e não invejarmos. A inveja é a falta de capacidade (Marcos Ricardo).

3) MORTE ESPIRITUAL.

a. ASPECTO NEGATIVO
1)É quando o homem é distanciado de Deus ou quando ele se distancia (Lembremo-nos que todos nascemos com tendências pecaminosas. Ver Salmos 51, o da reconciliação. “Eis que em pecado me concebeu a minha mãe”.Verso. 5. Porque no dia em que dela comeres, morrerás. Gn.2.17. Porque o salário do pecado é a morte. Rm.6.23.a. Os vossos pecado fazem separação entre vós e vosso Deus. Is.59.2.
2) O BLASFEMAR CONTRA O ESÍRITO SANTO
a. QUANDO PODE OCORRER? Quando alguém , em sã consciência, atribuir ao Diabo/demônios as obras efetuadas por alguém através do Espírito Santo. Ver Is,61.1,2; Mc.3.29. Obs. É uma morte, a princípio espiritual, depois eterna. Saul não cometeu o pecado de blasfêmia, mas levou sobre si essas conseqüências terríveis. Rejeitado para sempre por Deus.

b. AS CONSEQÜÊNCIAS:
1. Perda da comunhão com Deus;
2. Perda da comunhão com a Igreja;
3 Perda da salvação
4. Eterna perdição;
5. Eterno sofrimento;
6. Eterno juízo.


2. NA RELAÇÃO PARA COM O PRÓXIMO:
a. NÃO ABORRECER AO IRMÃO. Qualquer que aborrece a seu irmão é homicida. E vós sabeis que nenhum homicida tem permanente nele a vida eterna. .1Jo.3.15. Obs. “O irmão ofendido é mais difícil de conquistar do que uma cidade forte; e as contendas são como ferrolhos de um palácio. PV.28.19.

b. ASPECTO POSITIVO
1. MORTOS PARA O PECADO. Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus, em Cristo Jesus, nosso Senhor. Rm.6.11;
2. MORTOS PARA A LEI (CERIMONIAL). Assim, meus irmãos, também vós estais mortos para a lei pelo corpo de Cristo, para que sejais doutro, daquele que ressuscitou dentre os mortos, a fim de que demos fruto para Deus. Rm.7.4.
3. MORTOS PARA O MUNDO (QUE JAZ NO MALIGNO). ´” Se, pois, estais mortos com Cristo quanto aos rudimentos do mundo, por que vos carregam ainda de ordenanças, como se
vivêsseis no mundo,” 1Jo.5.19; Cl.2.20-23.
CONSEQÜÊNCIAS:
a. Vida abundante. Jo.10.10b;
b. Cancelamento dos pecados. Rm.5.1,9; 8.1,2;
c. Graça superabundante. Rm.5.20;
d. Novidade de vida. Rm.6.4.
e. Céus abertos. Ef.2.18;3.12; Hb. 10.19, ...

5) MORTE ETERNA.
Só tem aspectos negativos. ISTO POR QUE Deus não criou o homem para morrer, mas para viver eternamente. Todos quantos não tiverem seus nomes escritos no Livro da vida serão lançados no lago de fogo, preparado para o Diabo e seus anjos. E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo. Ap.20.15

CONCLUSÃO:
Se guardarmos o nosso coração Pv.4.23, jamais causaremos “óbtos”, por que nosso coração está revestido pelo amor, o vínculo da perfeição. E, sobre tudo isto, revesti-vos de caridade, que é o vínculo da perfeição. Cl.3.14. Não tem um ditado que diz: “Quem ama não mata”?
É coisa do Diabo. Jo.8.44; 10.10.a. Que façamos como Cristo nos ensinou: Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando. Isto vos mando: que vos ameis uns aos outros. Jo15.15,17.

MARCOS RICARDO

22 de jan de 2009

Princípios para um Namoro Cristão




Pr. Cleverson de Abreu Faria
O namoro cristão é uma preparação. Um período extremamente importante na vida de dois jovens cristãos e de muitas responsabilidades. Representa um período de transição entre dois jovens ou adultos, um homem e uma mulher, crentes no Senhor Jesus Cristo, sendo que ambos devem ter um bom nível de maturidade. Ambos mantém um bom ritmo de comunicação, sendo através deste relacionamento orientados e preparados por Deus para um futuro casamento. Namoro cristão deve sempre visar o casamento. Um namoro que não tem como alvo um futuro casamento, sequer deve ser iniciado.
Embora o desejo seja que ambos se tornem íntimos em seu relacionamento, isso não quer dizer liberdade no aspecto físico e muito menos liberdade sexual entre o casal de namorados. A relação sexual está destinada a ser desfrutada apenas entre pessoas devidamente casadas (Hebreus 13.4; Gênesis 2.24; Cantares de Salomão 4.12; 1Tessalonicenses 4.3-5; Colossenses 3.5-6; 1Coríntios 6.15-20; 1Timóteo 5.22; 2Timóteo 2.22).
Este é um período de conhecimento mútuo, conhecimento da alma, do coração, nunca do físico um do outro. O aspecto físico está destinado para depois do casamento. Portanto, exige disciplina própria, vigilância constante. É um tempo onde se obtém oportunidade de duas personalidades diferentes se harmonizarem, conhecerem um ao outro. Comunhão espiritual é fator primordial. Lembre-se que quanto mais próximo cada um estiver de Deus, mais próximo estarão um do outro. Este período também serve para confirmar a perfeita vontade de Deus para a vida de ambos.

O padrão de Deus para um namoro bem sucedido é este:
1) Espiritual – forte. Deus em primeiro lugar, nunca seu namorado (a).
2) Vontade, emoções e mente dentro do plano de Deus.
3) Corpo (físico) – sob controle.

Quando um namoro está fora do padrão de Deus, o que acontece é justamente o contrário:
1) Espiritual – fraco. A sensibilidade espiritual está cauterizada.
2) Emoções, vontade e mente – descontrolada.
3) Físico – sensual.

Portanto, fora do padrão de Deus ocorre que o lado espiritual fica cauterizado; a mente, a vontade e as emoções raciocinam de forma sensual e o físico fica corrupto.
Uma pergunta séria a se pensar: A vontade de Deus é mais importante que o seu namoro?

Como Começar um Namoro Cristão?
Alguns aspectos são importantes para um começo no namoro cristão. Geralmente não sou de estabelecer uma idade certa para alguém namorar. Antigamente isso era o costume, hoje com o decorrer dos tempos e uma mudança na cultura não se faz mais tal coisa. Porém, ainda assim, existem pais que estabelecem uma determinada idade para que seus filhos venham a poder namorar. Eu creio que isso é benéfico e sábio por parte dos pais, mas não uma exigência. Vejamos alguns requisitos importantes para se começar um namoro:
Salvação. Ambos os jovens ou adultos devem ser verdadeiramente salvos, ou seja, ambos já devem ter aceitado a Jesus Cristo como seu único Senhor e Salvador pessoal (João 3.16; Lucas 19.10; Romanos 10.9-10).
Maturidade física e Espiritual. Não devem ser crianças, pois maturidade é importante e essencial no relacionamento entre duas pessoas (Efésios 4.13; 1Coríntios 14.20).
Comunhão com Deus. Primeiramente Deus deve estar sendo uma fonte de luz em sua vida, uma fonte de vigor espiritual. Se não tiver comunhão com Deus, nunca será abençoado em qualquer tipo de relacionamento (1João 1.6-7).
O rapaz inicia. Em nosso tempo moderno é "comum" uma moça querer iniciar um namoro. Mas isso fere o princípio bíblico. Mesmo num namoro, o rapaz é o líder, é ele quem deve iniciar, é ele quem deve pedir à moça para namorar.
Permissão dos pais. Ambos os pais dos pretendentes devem estar de acordo com o namoro. Isso demonstra confiança e honra dos filhos para com seus pais. Um namoro onde os pais não apóiam, geralmente resulta em muitas dificuldades. Isso não significa que os pais são a autoridade final no namoro, significa que estão querendo a bênção paterna para o relacionamento.
Apoio do seu pastor. Isso é importante e muitas vezes negligenciado pelos cristãos. O pastor de ambos deve apoiar e dar sua bênção. Pode ser que pastor veja coisas que eles não estão vendo e por isso é importante receber o apoio, o conselho deste servo de Deus.
Comunicação e visitas. Deve-se procurar estabelecer um determinado ritmo nas visitas por parte do rapaz à casa da moça. É claro que não todos os dias. Estabelecer uma boa comunicação entre ambos.
Confiança dos pais. No decorrer do namoro, deve procurar ganhar e manter a confiança dos pais. Verificar como é a relação entre a pessoa e seus pais. Procurar ser sensível para qualquer mudança.

Como Continuar um Namoro Cristão?
O interesse deve estar voltado para a personalidade da pessoa, a parte imaterial. É importante que isso esteja bem claro na mente dos namorados.
O interesse deve ser estabelecido na parte espiritual da pessoa, não em seu corpo físico, não no dinheiro que o outro tem, não no carro, na casa, na popularidade, na beleza, etc. A parte espiritual é a mais importante sobre todas. Mais uma vez: quanto mais próximos estiverem de Deus, mais próximos estarão um do outro. O contrário também é verdadeiro: quanto mais longe estiverem de Deus, mais longe ficarão um do outro.
Reconheça que cada cristão é chamado de propriedade particular, pessoal, peculiar de Deus (1Pedro 2.9). O namorado que não respeita tal fato está desrespeito os princípios de Deus e desrespeitando o próprio Deus, bem como a pessoa, a família dela, a Palavra de Deus e o futuro casamento.
Evitar contato físico exagerado. Todo namorado gosta de receber um carinho, beijos e abraços. Porém, deve-se parar por aqui. Procure a todo custo evitar continuar os avanços físicos, como tocar em outras partes do corpo da moça, por exemplo. Isso pode provocar desejos sexuais que não pode ser satisfeito devidamente antes do casamento (1Tessalonicenses 4.3-8; 1Coríntios 7).
Existem condições onde a frequência de visitas deve ser limitada. Isso exige paciência por parte de ambos. Algumas vezes a saúde, doença, serviço militar, estudos, trabalhos, deveres pessoais impedem que estejam juntos. Sejam pacientes nessas horas.
Cautela com o modo de vestir, cautela em sua conversa, cautela em seu comportamento e mesmo nos gestos. Lembre-se de semear um ambiente agradável em que vale a pena estarem juntos.
Evitar ficar sozinhos em ambientes fechados e por muito tempo. Procure estar em atividades com outros jovens, ou seja, procure envolver seus amigos em suas atividades.

Qual o Perigo de Acariciar?
Mata a espiritualidade de ambos os namorados.
Pode fazer com que fiquem cegos para os valores verdadeiros, as virtudes de cada um.
Pode fazer com que abaixem os padrões da moralidade.
Pode conduzir para a realização do ato sexual não permitido por Deus antes do casamento.
Pode conduzir para depravação, destituição da dignidade.
Pode conduzir para o desenvolvimento de um desejo de satisfação não natural.
Pode causar frustração e nervosidade.
Pode conduzir para um casamento errado, com a pessoa errada.
Pode conduzir para contrair doenças.
Pode conduzir ao desrespeito mútuo.

Conselhos Práticos
Nunca case com alguém que não seja cristão (2Coríntios 6.14-18; Amós 3.3).
Ore para a escolha de Deus (Salmo 37.5; Provérbios 3.6).
Evite casar sob pressão (Romanos 12.1-2). Não case pensando que sua vida se endireitará depois do casamento. Não case com alguém pelo qual não tenha respeito.
Não case cedo demais ou de repente (Tiago 1.4-5). Procure ver sua relação com Deus, os hábitos da pessoa, os pais, o modo de vida.
Não case tendo uma perspectiva errada do sexo (Gálatas 5.16-25). Alguns casam para desfrutar do sexo, mas casamento não é apenas sexo, muito mais está envolvido.
Casamento é para sempre, ou seja, "até que a morte os separe" (Gênesis 2.24; Romanos 7.1-3; Mateus 19.6).
__
Fonte: Pr. Cleverson de Abreu Faria

Namoro Cristão


O que deve evitar quando sair para namorar.

A Bíblia diz em Romanos 13:13 “Andemos honestamente, como de dia: não em glutonarias e bebedeiras, não em impudicícias e dissoluções, não em contendas e inveja.”

O namoro não deveria incluir relãçôes sexuais.

A Bíblia diz em 1 Coríntios 6:13, 18 “Mas o corpo não é para a prostituição, mas para o Senhor, e o Senhor para o corpo... Fugi da prostituição.

Qualquer outro pecado que o homem comete, é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo.” Mantenha-se puro ou pura.

A Bíblia diz em 1 João 3:3 “E todo o que nele tem esta esperança, purifica-se a si mesmo, assim como ele é puro.”

Para que não se danhe a si mesmo emocionalmente, os desejos e as actividades sexuais devem ser mantidos sob o controle de Cristo.

A Bíblia diz em 1 Tessalonicenses 4:3-5 “Porque esta é a vontade de Deus, a saber, a vossa santificação: que vos abstenhais da prostituição, que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santidade e honra, não na paixão da concupiscência, como os gentios que não conhecem a Deus.” Se já foi demasiado longe físicamente, que deve fazer? Primeiro, reconhecer o seu pecado. A Bíblia diz em Salmos 51:2-4 “Lava-me completamente da minha iniqüidade, e purifica-me do meu pecado. Pois eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim.”Segundo, pedir que o seu pecado seja perdoado. Deus diz que pode começar uma vida nova.A Bíblia diz em Salmos 51:7-12 “Purifica-me com hissopo, e ficarei limpo; lava-me, e ficarei mais alvo do que a neve. Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que se regozijem os ossos que esmagaste. Esconde o teu rosto dos meus pecados, e apaga todas as minhas iniqüidades. Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito estável. Não me lances fora da tua presença, e não retire de mim o teu santo Espírito. Restitui-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário.”Terceiro, acreditar que Deus lhe perdoou deveras e parar de se sentir culpado. A Bíblia diz em Salmos 32:1-6 “Bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto. Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não atribui a iniqüidade, e em cujo espírito não há dolo. Enquanto guardei silêncio, consumiram-se os meus ossos pelo meu bramido durante o todo. Porque de dia e de noite a tua mao pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio. Confessei-te o meu pecado, e a minha iniqüidade não encobri. Disse eu: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a culpa do meu pecado. Pelo que todo aquele é piedoso ore a ti, a tempo de te poder achar; no trasbordar de muitas águas, estas e ele não chegarão.”

16 de jan de 2009

Provavelmente...


por José San Martin
Finalmente o biólogo Richard Dawkins e seus seguidores conseguiram emplacar cartazes com mensagem ateísta em 800 ônibus na Inglaterra, além de estações do metrô, em uma “resposta” aos anúncios cristãos comuns nos coletivos britânicos. Os ateus receberam doações e apoio de uma entidade humanista e do próprio Dawkins. “Provavelmente, Deus não existe. Agora pare de se preocupar e aproveite sua vida”, é o conselho pintado nos cartazes.
Trata-se apenas de mais um capítulo no processo de expulsão de Deus do país. Já em 2001, uma sondagem feita pelo Instituto Gallup revelava que apenas 13% da população acreditava que a sociedade do seu país era cristã. É a materialização da campanha pró-secularização com a exaltação do humanismo, hedonismo e toda sorte de idéias e doutrinas anticristãs.
O laureado jornalista português Gilberto Ferraz, correspondente na Inglaterra, lembra que ainda no início deste século autoridades católicas inglesas lamentavam que o Cristianismo tinha praticamente desaparecido, devido especialmente ao fato dos jovens estarem indiferentes aos valores e à moral cristã e os adultos entregues à droga, à pornografia e ao álcool.
Esta afirmação foi confirmada em 2004 pela segunda mais importante figura hierárquica da Igreja Anglicana , o Dr. David Hope, antigo Arcebispo de Iorque, que afirmou numa entrevista à televisão em 2004 que a Grã-Bretanha jamais se poderia considerar como país Cristão. As pesquisas lhe davam razão. Dados publicados em 2005 revelavam que apenas 6,8% da população britânica (58,8 milhões - censo de 2001), freqüentava a igreja. Comparados a 1980, em que dados análogos registravam 14,5%, a baixa era reveladora. Outro fator curioso, este referente ao número de pessoas que acreditava que Jesus Cristo é o filho de Deus, baixou de 71% em 1957, para 45% em 1999 e outros 22% da amostra entrevistada afirmava que Cristo não passava de uma treta.Certamente Dawkins e seus correligionários tiveram na própria liderança cristã grande ajuda ao desmantelamento da fé. Ordenação de ministros homossexuais e outras aberrações antibíblicas, tanto quanto a busca de interesses pessoais em detrimento da defesa e aplicação da Sã Doutrina. Entre 1980 e 2000 cerca de 300 igrejas por ano foram fechadas na Inglaterra. Em contraste, no final de 2006, era evidente o aumento tanto do islamismo (com cerca de dois milhões, com predominância no norte e centro do país), como do budismo ainda que menos acentuadamente.
Perguntas básicas precisam ser feitas: Quais os “benefícios” do ateísmo à nação palco de grandes avivamentos espirituais no passado e que agora é levada a se revoltar contra Deus por idiotas-instruídos como Dawkins? Para onde caminha a o Reino Unido? O que está por trás da massificação da idéia de que “provavelmente Deus não existe”? Como “aproveitar a vida” sem as regras morais de Deus que garantem o equilíbrio social?
Deus é maravilhoso. Notem: Um dia antes da notícia sobre a campanha ateísta a Agência EFE informou que 3,5 mil estudantes na Inglaterra foram punidos por condutas sexuais inadequadas.
Isso significa que “indiferença juvenil aos valores e à moral cristã” — tanto quanto “adultos entregues à droga, à pornografia e ao álcool”, são reflexos claros do que a opção pela ausência de Deus provoca numa sociedade pós-cristã.
Cerca de 3,5 mil estudantes foram punidos no Reino Unido em um único ano por “condutas sexuais inapropriadas”, informaram nesta segunda-feira [5] dados do Departamento de Infância, Escolas e Famílias do Governo. Os dados, divulgados pela cadeia pública BBC, correspondem ao ano letivo 2006-2007 e causaram profunda preocupação e comoção social no país.
A maioria de expulsões temporárias ou definitivas por “assédio sexual” aconteceu no ensino médio, mas também houve 260 casos nas escolas primárias - correspondente ao ensino fundamental.E o que isso tem a ver com a apostasia pregada por Dawkins? O desenfreamento moral é um sinal claro do que está por vir, pois se “Deus provavelmente não existe”, como rezam os anúncios, também não existem regras morais, Leia-se: freios, limites. Tudo é acaso. Sem culpa, sem pecado, sem céu ou inferno.
É a soma de ateísmo mais Humanismo (“uma série de valores e ideais relacionados à glorificação do ser humano”. Ou “doutrinas que colocam o homem e a condição humana em primeiro lugar, medindo tudo o mais segundo as suas características, necessidades e interesses) e Hedonismo (Doutrina que considera a busca do prazer como o bem supremo, o principal objetivo da vida moral).
É o homem no centro. Deus banido ou, quando muito, “provavelmente”, na periferia.
Por que e pra quê, então, punir estudantes que apenas deram vazão aos seus instintos naturais adquiridos nos milhões e milhões de anos de evolução de uma bactéria-macaco ao homo sapiens? Se “Deus provavelmente não existe”, por que o comportamento inapropriado de jovens que querem copular entre si e com todas as fêmeas em todos os lugares possíveis — inclusive na escola — causam “profunda preocupação e comoção social no pais”?
Leiamos a frase novamente sobre a reação social à prostituição-abrasamento sexual precoce e inapropriado, sublinhemos as palavras-chave e notemos seus significados:
Os dados [sobre as condutas sexuais inapropriadas] causaram profunda preocupação e comoção social no país.Preocupação: ansiedade, inquietação, nervosismo, medo, compulsão, obsessão. Comoção: alvoroço, sobressalto, abalo. Quem cunhou a frase na notícia não foi um religioso carola. Não foi um crente inocente, mas um jornalista num texto que deixa a objetividade de lado e entra no mérito da questão.
A verdade é que a exemplo dos EUA, que a cada dia também se afastam de Deus —cujas adolescentes fazem pacto para engravidar e lideram os índices de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs/AIDS) —, a Inglaterra é estimulada por intelectuais ateus a perseguir um estilo de vida temerário. A notícia continua o relato da decadência juvenil e infanto-juvenil:
A maioria de expulsões temporárias ou definitivas por “assédio sexual” aconteceu no ensino médio, mas também houve 260 casos nas escolas primárias - correspondente ao ensino fundamental.
O relatório governamental também utiliza uma pesquisa da ONG “Young Voice” (Voz Jovem), oferece outro número inquietante: um de cada dez jovens britânicos com idade entre 11 e 19 anos foi forçado, em alguma ocasião, a participar de um ato sexual.
As “condutas sexuais inapropriadas” incluem pichações com desenhos sexualmente explícitos, apelidos com conotações sexuais, toques não consentidos e abusos mais graves.Isso é comprovado desde a declaração do ex-prefeito de Londres Ken Livingstone numa entrevista radiofônica — “A Grã-Bretanha não é mais um país cristão, porque as pessoas não vão mais à igreja” —, até a constatação de quem são neste exato momento alguns dos astros que servem de modelos do público infanto-juvenil de libido fervente.
Entre os ícones britânicos de sucesso que deveriam estrelar a campanha do anticristo Dawkins está Amy Winehouse, convocada pela Justiça da Noruega para comparecer ao país neste dia 12 de janeiro, para o desencadeamento de um processo por posse de drogas. A cantora, seu ex-marido e o cabeleireiro foram detidos em outubro de 2007 em Bergen com sete gramas de maconha.
Amy representa perfeitamente a juventude britânica que Dawkins e sua turma está a discipular no ateísmo. Bulimíaca,viciada em drogas, sexo e candidata a morte precoce. A revelação partiu do seu último amante Alex Haines, que também contou como a ganhadora de Grammys torra o equivalente a 14 mil reais por semana com a compra de drogas. A notícia do News of the World que ganhou o mundo termina como uma nota triste.
Haines declarou ao jornal que Amy, 25 anos, comentou com ele que acredita que vai morrer jovem. “Era como ter a minha própria estrela pornô. Ela acha que vai entrar para o clube de roqueiros que morreram aos 27 anos. Ela me disse ‘tenho o sentimento de que vou morrer jovem” - contou o ex-amante de Amy.Ainda poderíamos citar o guitarrista dos Rollings Stones, Ron Wood, internado há quatro meses por tripla dependência: álcool, drogas e sexo. Quem melhor, além de Winehouse serviria de inspiração aos estudantes adeptos do sexo livre, dentro e fora da escola? Nem falemos dos cantores homossexuais drogados George Michael decadente tanto quanto Amy e o sobrevivente Elton John (que confessou ter passado grande parte de sua vida sob efeito de entorpecentes), entre outros.
Vamos reler a arenga do anticristo: “Provavelmente, Deus não existe. Agora pare de se preocupar e aproveite sua vida” .
Ué, se Deus “provavelmente” não existe, por que se preocupar com sua existência? Quem dá bola para o que não existe a não ser um louco? Por que não escreveram direto: “Deus não existe. Curta a vida”? Por que o “provavelmente”? Por que falar de preocupaçãocom o fato de Deus existir se têm certeza do contrário?
É porque velhos ateus e seus rastros seguidos por Dawkins não conseguiram matar o Criador — Seja Darwim a 150 anos, seja Nietzsche há pouco mais de 100! Porque não dá para preencher o vazio em forma de Deus no coração humano com idéias sem sentido provenientes de uma mente pós-macaco irrelevante. Se tudo é acaso, como zombou C.S. Lewis, logo nossas elucubrações valem nada!
É porque também há Phds, doutores, cientistas e pessoas no mesmo nível de Dawkins manifestando a sua fé no Criador (os doutores Alister e Joanna McGrath que o digam em seu “O delírio de Dawkins” (Editora Mundo Cristão), em que revelam a inconsistência de argumentos, aliados à intolerância desmedida de Dawkins em “Deus, um delírio” (Companhia das Letras). É porque não dá para simplesmente dizer que a fé é ópio do povão, pois ela é a razão de vida de muitos na elite financeira e intelectual, tanto quanto de gente simples e anônima. A evolução é impossível sem as mentiras, manipulações da opinião pública, os “milhões de anos”… Há controvérsias cada vez mais graves, a exemplo de uma simples iguana descartada por Darwin revelada recentemente.
Como é possível aproveitar a vida, destruindo-a? Como ser feliz vivendo desenfreadamente em condutas sexuais inapropriadas? O quadro que se desenha na nação inglesa não é novidade. É a velha história da derrocada nacional proporcionada pelo materialismo aos países do leste europeu, especialmente à Rússia, bem como tantos outros lugares onde milhões de seres humanos foram massacrados.
O tom triste no texto do repórter da Agência EFE não deixa dúvidas sobre o que pode ocorrer àqueles que tentam “deletar” ou ser indiferentes a Deus.
O próprio Governo, através do ministro de Infância, Escolas e Famílias, Ed Balls, pediu recentemente à Anti Bullying Alliance (Aliança contra o Abuso Escolar) que elaborasse um guia para ajudar os professores a enfrentar os abusos de caráter sexual. O guia, ainda não publicado, visa a ajudar os docentes a combater a linguagem obscena, a combater os casos de assédio e a promover uma relação saudável entre os adolescentes de ambos os sexos, no momento em que os analistas consideram que há um aumento da misoginia por culpa da cultura de gangues. O porta-voz do Sindicato dos Professores, Chris Keates, explicou que suas pesquisas em 2008 concluíram que se trata de um fenômeno que tem como vítimas quase únicas as mulheres, estudantes e professoras. “A evidência concluída por nossos filiados é de que os estudantes sofrem o mesmo comportamento atroz. É inegável que temos um problema“, ressaltou Keates“O homem que diz: ‘Deus não existe!’, é completamente louco. O resultado dessa idéia errada é a perda da moral. Quem acha que Deus não se importa com nossa vida é incapaz de fazer coisas boas e certas. 2 Lá do Céu o Senhor olha para a humanidade, procurando alguém que compreenda seus planos, procurando alguém que deseje comunhão com Ele. 3 Mas, de que adianta? A humanidade inteira se desviou do caminho certo e se perdeu. Todos os homens foram estragados pelo pecado. Não há um homem sequer que procure fazer o bem; não há nem um homem bom por natureza! 4 Será que essa gente, vivendo em completo pecado, destruindo o meu povo como quem come um pedaço de pão, não percebe a existência do Senhor, nem procura falar com Ele em oração? 5 Eles serão dominados pelo medo porque Deus está ao lado de quem obedece à sua vontade. 6 O Senhor é a proteção dos pobres e humildes quando os perversos exploram e maltratam os justos”, Salmos 14 Bíblia VivaJosé San Martín‘Consagro a Deus o que escrevi’Por favor, reproduza nossos conteúdos à vontade, mas dê os devidos créditos ao autor e ao blog http://www.josesanmartin.com.br/ - Deus o(a) abençoe!

2 de jan de 2009

Sexo = casamento: Lei pétrea




Ao presentear o ser humano com a bênção chamada sexo, Deus definiu as regras para que desfrutássemos a alegria de viver a dois. E depois a três, quatro, cinco... com a vinda dos filhos. O casamento, a família é esse lugar seguro. A constatação de que apenas três pessoas — Adão, Eva e o Senhor Jesus — vieram à existência sem depender de uma relação sexual, demonstra a relevância do tema. Especialmente neste fim de ano quando o governo brasileiro anuncia a compra recorde de 1,2 bilhão de preservativos (e 15 milhões de lubrificante anal, além de pênis de borracha aos que insistem em contrariar a natureza do reto–excretor de fezes ignorando as regras divinas).
Dia 16 de outubro, o ator D., que recentemente passou por um tratamento para se curar do vício em sexo, se separou de T., com quem era casado havia 11 anos e tem dois filhos.H. e L. começaram a ficar juntos em junho de 2008, mas o namoro só se tornou público um mês depois. Em 23 de setembro, L. postou em seu blog que o namoro tinha acabado havia duas semanas. Surgiram boatos de que H. teria ficado com a ex-BBB G. durante o romance.
Frutos amargos de cópulas ilícitas, irresponsáveis, vêm sendo colhidos há tempos. O horizonte cada vez mais negro. A bênção do sexo se tornou maldição no sexo “livre”, adultérios, prostituições, orgias, pornografia, pedofilia, homossexualismo, incesto, estupros, abusos e outras práticas devastadoras da personalidade. Prazer=frustração, porque sexo feliz e saudável nunca serão obtidos senão no casamento. Isso é tão claro como a lei da gravidade ou da entropia. Tão firme como uma rocha inabalável: Pétrea.
O namoro da atriz A. e o ator S., que começou em março de 2006, acabou em fevereiro. Ele, que tinha mudado para a casa da atriz dezembro de 2007, fez as malas e se mandou para Paris, para dar um tempo. Seu ex, C., segue com G., por sua vez ex de M.
Um semana depois de terminar com o ator D., a atriz L. foi flagrada na porta de seu prédio, no Leblon, aos beijos com F., ex-namorado de I., e que agora é o atual de L.
As galerias anuais de famosos mal-resolvidos passional, social, psicológica e sexualmente, com as legendas aqui reproduzidas em azul marinho, não deixam dúvidas de que contrariar a equação sexo=casamento ou casamento=sexo estabelecida pelo Criador nunca terá final feliz. Vi uma galeria dessas no ano passado. Ingenuamente, à primeira vista, achei “normal”, afinal, o número de divórcios superou a inflação galopante. Também há mais gente se drogando. Condutas imorais ontem são virtudes neste exato momento.
Mas dar ares de profissão à prostituição tanto quanto o divórcio tornar-se fato social não consola. Divorciar, “trair e coçar”, ajuntar, “ficar”, copular por copular fora do casamento — tanto quanto quaisquer condutas reprováveis – sempre serão e darão errado. Aqui não há exceções: as legendas das fotos e seus protagonistas são reais. Pouco ajudam as “explicações” de experts em comportamento, que apenas endossam a devassidão absorvida pela sociedade há muito divorciada da moral e dos bons costumes.
Dia 11 de julho, o famoso guitarrista sexagenário R. abandonou a mulher J. com quem estava casado havia 23 anos, para ficar com uma garçonete de 18 anos.
Dia 10 de novembro, S. expulsou de casa o seu marido, M., após receber um telefonema de F., a amante dele revelando o adultério. M. morreu dia 11 de dezembro de overdose de cocaína.
Ainda que a face mais visível dos desencantos esteja na vitrine das celebridades, há milhões de anônimos pelo mundo afora igualmente sem rumo em suas vidas sentimentais. A multiplicação de adolescentes grávidas precocemente, tanto quanto assassinatos de Eloás mostram a realidade de uma geração fraturada pela quebra de regras básicas em relação ao sexo. Há tempos criminosos passionais e suas vítimas vêm provando o notável o efeito da Lei da Semeadura. Ou simplesmente a paga pela quebra de regras. Plantar=colher. Infringir a regra sexo=casamento e se afundar numa vida irremediavelmente frustrante apesar das aparências.
Em julho, o ator E. se casou com a ex-babá de seus filhos, que está grávida. Há quatro anos, o ator se separou da atriz U. para ficar com a moça.
Todo ser humano anseia ser feliz. No mínimo, quer paz para sua alma cansada da busca inútil de amor confundido com cópula e paixão. Quanto mais cópulas, maior o tamanho do vazio e a distância da felicidade. Impossível fugir da solidão corrosiva ou da fossa-ressaca pós-energéticos nas baladas.
Juntas desde 2004, E. e P. “casaram-se” em Los Angeles dia 16 de agosto. Apenas 19 pessoas compareceram à cerimônia homossexual.
Mais uma vez a verdade nua e direta é dolorida, mas sem alternativa pós-moderna: Deus está certo e o ser humano decadente está errado. Deus e suas regras morais são reais e devem ser considerados. Não há atalhos à felicidade. Que bom se estas obviedades fossem tão frágeis quanto os pactos fajutos de paixão eterna. Mas a galeria de sorrisos amarelos nas colunas sociais de múltiplos ex’s anulam outra opinião. Cumprir os Preceitos de Deus=paz. Fora disto sobram as legendas sem futuro das galerias infames.
Poderíamos tergiversar conceitos freudianos e tentar nos convencer de que a vida é mesmo assim. Ou arrazoar deduções psicanalíticas como a minha ex-professora de Psicologia Social. Ela bradava para os ouvidos e olhos embasbacados de sua audiência juvenil: “Imaginar alguém vivendo a vida toda com a mesma pessoa é paranóia!”. Pois é, mas ela vive ainda hoje com o mesmo professor-doutor que, inclusive declarou em data recente que não poderia ter desempenhado com sucesso tantas atividades desgastantes sem o apoio da sua única amada. Bom saber. Isso Freud nunca explicou.
Terminou o casamento de A. com o músico O. Os dois estavam juntos havia seis anos e têm uma filha, de quatro anos.
As galerias estão aí. Depois destas, outras virão repletas das mesmas situações protagonizadas por novos infelizes. A mesma via crucis da tentativa de enganar a si mesmos na contramão da equação sexo=casamento. O governo voltará a comprar camisinhas quase 100% seguras (e lubrificantes símbolo da “forçação de barra” contra a natureza).
A atriz B. e o músico F. não dividem mais o mesmo teto. Os dois, que têm um filho de três anos, terminaram o casamento de oito anos no final de novembro.
Mas será que o casamento é realmente bom? Ter filhos compensa? Ter alguém para amar e envelhecer juntos é legal? Ter sogra é interessante? Viver em família e feliz é possível?
Em setembro, C. foi vista aos beijos com o inglês P., ex-namorado da J. Os dois continuavam juntos.começaram a namorar em fevereiro.
Sim, sim e sim.
A atriz C. começou a namorar o ator R. em fevereiro, logo depois de ela terminar um relacionamento de dez anos com S. Eles passaram por algumas crises, e o namoro acabou em outubro. Em novembro, ficaram novamente.
Todas as pesquisas sérias sobre o assunto apontam positivamente, desde que respeitadas as regras estabelecidas pelo Criador do macho e da fêmea, do casamento, do sexo e da família. Um exemplo disso é o psicólogo e escritor J. Dobson. Ele provou aos colegas e professores (que o viam “no curso errado” por ser cristão), a superioridade do casamento somado a uma religião como instrumentos de saúde, realização pessoal e proteção contra condutas imorais.
Dia 15 de outubro, M. anunciou que estava mesmo se divorciando de G. A crise entre eles já existia desde o início do ano. O divórcio foi assinado em novembro.
[A combinação do Amor Eros (físico) + Amor Estorge (afetivo) + Amor Philia (fraternal) + Amor Ágape (de Deus, o Criador do casamento, amor que complementa os demais passíveis de falha), possibilita a vida feliz em família].
A socialite P. e o guitarrista B., começaram a namorar em fevereiro. Com isso, ela passou boa parte do ano comportada. O relacionamento acabou em novembro.
E um detalhe que jamais pode ser esquecido: As regras da equação sexo=casamento exigem a administração do egoísmo, a renúncia de interesses pessoais possibilitados pelo Ágape divino.
Ser feliz sempre passa pelo abrir mão de alguns “direitos” e coisas por meio do amor reavivado no dia a dia.
Como carros possuem freios e buzina, além de placas e semáforos a considerar, ser feliz não é algo automático, mas perfeitamente possível de se alcançar.
Com casamento marcado para abril, a modelo L. e o amante-noivo A. deram um ponto final no namoro de 11 meses em março, logo depois de ela perder o bebê que esperava dele.
A fama, a beleza, o poder, o dinheiro, a paixão, o sexo, as drogas, o rock’n roll e os troca-trocas intermitentes têm de ser repensados diante das legendas infames. Elas vivamente revelam o “depois” das belas imagens de encontros entre homens e mulheres que terminam numa cama. Simples, maravilhoso e rápido. Mas, e o depois? Ah, isso não interessa à fantasia das novelas e filmes.
Em junho, S. terminou o noivado com o ator escocês R. por telefone. O casamento iria acontecer nos próximos meses. Um mês depois, a atriz passou a ser vista com B., um milionário casado e com quatro filhos.
Inclusive, pesquisa recente indicou que as comédias românticas acabam atrapalhando os pobres diabos já carentes de amor.
Ao criar expectativas muito altas se tornam atrações traiçoeiras ao mundo real de gente que precisa aprender as regras de Deus.
O certo é que antes da pesquisa, as legendas já acendiam e mantinham o sinal vermelho.
A cantora I. e o modelo A., que tinham assumido o namoro em novembro de 2007, terminaram logo no início de janeiro.
Por isso as galerias de frustrações amorosas têm de servir para alguma coisa. Quem dera se apenas uma: A compreensão de que ignorar a Deus — que sabe tudo de amor, sexo e felicidade — é inútil. Pode distribuir camisinhas à vontade, além de lubrificante anal comprados com dinheiro público por ministros aborteiros. O vazio em forma de Deus estará lá. As colunas de infelizes sempre a crescer.
Este ano foi cheio de casamentos, mas também várias separações. Um dos casamentos que chegou ao fim em 2008 foi dos atores T. e L., que ficaram casados por 2 anos, mas em março o casamento chegou ao fim.
As recomendações bíblicas soam como loucura. Mas significam felicidade. Se o Espírito Santo registrou-as é porque são perfeitamente passíveis de ser cumpridas. A escolha é livre: agradar a Deus ou permanecer agradando a si mesmo. O conceito de Deus ou conceitos humanos. A fila ou a felicidade.
“O amor não faz mal a ninguém. Essa é a razão pela qual ele satisfaz plenamente todas as exigências de Deus. Ele é a única lei que vocês precisam ter”, Romanos 13.10, Bíblia Viva
“Porque Deus deseja que vocês sejam santos e puros, e se conservem afastados de todo pecado sexual, a fim de que cada um de vocês se case em honra e santidade”, 1 Tessalonicenses 4.3
“Portanto, fora com as coisas pecaminosas e terrenas, abafem os desejos malignos que estão à espreita dentro de vocês; não se metam em pecado sexual, impureza, imoralidade e desejos vergonhosos; não adorem as coisas boas desta vida, pois isso é idolatria” Colossenses 3.5
José San Martín'Consagro a Deus o que escrevi
os devidos créditos ao autor e ao blog http://www.josesanmartin.com.br/ - Deus o(a) abençoe!

Parceria Ouro.